BULLYING, PRA QUE ISSO?

BULLYING

Em 6 de novembro de 2015, a então Presidente da República do Brasil  DILMA ROUSSEFF, Institui o Programa de Combate à Intimidação Sistemática, LEI Nº 13.185 

Considera-se Intimidação sistemática o Bullying, termo  de origem inglesa que ainda não possui tradução  para a língua portuguesa mas significa valentão, brigão,também entendido como o verbo, ameaçar, intimidar é também utilizado para definir algumas situações caracterizadas por comportamentos agressivos no âmbito escolar, praticados tanto por meninas quanto por meninos.

O Bullying é caracterizado por todo ato de violência física ou psicológica, intencional e repetitivo que ocorre sem motivação evidente, praticado por indivíduo ou grupo, contra uma ou mais pessoas, com o objetivo de intimidá-la ou agredi-la, causando dor e angústia à vítima, em uma relação de desequilíbrio de poder entre as partes envolvidas.

É uma das formas de violência que mais cresce no mundo,e pode ocorrer em qualquer contexto social, escolas, clubes, universidades, vizinhanças etc.

Nas escolas as pessoas que sofrem bullying, podem passar por um processo de isolamento ou queda de rendimento escolar, crianças que sofrem humilhações racistas, difamatórias, são intimidadas, ameaçadas,  podem apresentar depressão, ansiedade, estresse,  perda de auto-estima e problemas de relacionamento.

O Bullying afeta negativamente as pessoas que sofrem essa ação e poderão dependendo de suas relações virem a também praticar o bullying.

Tendo como foco principal nossos alunos, iniciamos neste mês,as atividades em sala relativos ao tema, serão realizados; trabalhos, redações, dramatizações e vasto conteúdo para se discutir na aula de educação socioemocional.

Sugerimos a leitura das cartilhas:

https://internetsegura.br/pdf/guia-internet-segura.pdf

http://salesianorn.com.br/dombosco/wp-content/uploads/2018/03/Cartilha_estudantes_cyberbullying_abraceprogramaspreventivos2018.pdf

http://salesianorn.com.br/dombosco/wp-content/uploads/2018/03/Cartilha_pais_cyberbullying_abraceprogramaspreventivos2018.pdf